Como aliviar os sintomas da menopausa

Sintomas da menopausa, como: ondas de calor, dores de cabeça, diminuição de libido, incontinência urinária, alterações no humor, insônia, tonturas, dores articulares, aumento de peso e depressão. É causado pela função da diminuição ou suspensão da produção de hormônios, especialmente o estrogênio e a progesterona.

Esses mesmos sintomas podem acontecer desde a fase do climatério, período que antecede a menopausa e que é muito comum a partir dos 40 anos da mulher. 

Então, se você está lidando com toda essa alteração em seu corpo, acompanhe o artigo e saiba como aliviar os sintomas da menopausa com alguns ajustes na sua rotina. Acompanhe!

1. Fitoestrogênios: abuse dos alimentos naturais 

O segredo já está no nome: fitoestrogênios são substâncias encontradas em alimentos naturais e que apresentam um efeito semelhante ao do estrogênio no organismo, podendo atuar para substituí-lo e assim ajudar a reduzir os sintomas da menopausa.  

Alimentos como soja, linhaça, inhame e amora são reconhecidamente ricos em fitoestrogênios e podem ser incorporados à sua dieta diária de diversas formas. Fazer chás com a amora ou adotar o tofu e o leite de soja, são alguns dos exemplos de como esses fitoestrogênios podem aparecer no seu cardápio. 

E já que estamos falando de alimentação, vale ressaltar que optar pelo consumo de vegetais e frutas aliados à diminuição de frituras e açúcares vai ajudar a regular melhor o seu metabolismo, auxiliando no processo de perda de peso (se for o caso), além de te ajudar a ter mais disposição no dia a dia. 

Fitoestrogênios: abuse dos alimentos naturais

2. Aumente o consumo de vitamina D 

Agindo contra os radicais livres no organismo — que são agentes que vão acelerar o envelhecimento e podem até causar câncer — a vitamina D vai te ajudar a combater, além do cansaço, a eventual queda na produção de colágeno na pele, ajudando a reduzir até mesmo a incidência de rugas e linhas de expressão comuns da idade.

A vitamina D pode ser encontrada em diversas frutas, como acerola, laranja,  morango, caju, mirtilo, goiaba e manga. Nos vegetais, encontramos a vitamina D nas folhas verdes como o brócolis. Além disso, tomar sol é uma maneira de obter vitamina D.

Lembrando-se de sempre usar protetor solar. Uma boa pedida é “fazer um banho de sol” que dure, pelo menos, 10 minutos, 3 vezes por semana. Mas atente-se para fazer isso em horários em que o sol não esteja tão forte, por exemplo, até as 10h da manhã ou depois das 16h. 

2– Aumente o consumo de vitamina D

3. Movimente-se! 

Os exercícios físicos são reconhecidamente muito eficazes para se manter saudável em qualquer momento da vida, incluindo a menopausa. Dentre os sintomas citados, os que mais preocupam as mulheres são o ganho de peso, a falta de disposição e a ansiedade.   

Nesse sentido, praticar pelo menos 30 minutos de exercício diário irá aumentar auxiliar na produção de serotonina e endorfinas, que te ajudará a se sentir muito melhor e mais disposta! Ademais, ajudará o seu metabolismo a manter um ritmo mais saudável, diminuindo a propensão ao ganho de peso e favorecendo o bom funcionamento geral do seu corpo.  

Uma alternativa segura é apostar em exercícios aeróbicos de baixo impacto, como as caminhadas. Também dá pra aliá-las com os banhos de sol, maximizando os benefícios. Caso já seja adepta às atividades, invista em práticas mais intensas que poderão contribuir ainda mais com a sua saúde.

Dançar também é uma ótima pedida! Além de ser uma atividade divertida e apresentar os mesmo benefícios que já discutimos, ela pode te ajudar a exercitar a flexibilidade e fortalecer os músculos, além de poder apresentar um alto índice de gasto calórico. 

Para as ondas de calor, ansiedade e irritabilidade, uma boa dica é praticar yoga. Essa atividade busca equilibrar corpo e a mente e pode te proporcionar ótimos momentos de reflexão e autoconhecimento.

Por fim, lembre-se de se alongar antes de fazer qualquer atividade física! Alongar o corpo estimula a circulação sanguínea e vai aquecer o seus músculos para garantir que você não se machuque fazendo sua rotina de exercícios diária. Ademais, o alongamento pode te ajudar a aumentar sua flexibilidade e ajudar no seu humor! 

Correrndo

4. Mais água, menos café! 

Sim, nós sabemos o quanto o café é querido, mas dar uma diminuída no seu consumo quando os sintomas estiverem mais acentuados pode te ajudar a reduzir alguns dos incômodos — como a ansiedade e os “calorões”. Isso porque o café apresenta um efeito vasodilatador no organismo, além de interferir na atuação de adenosina no organismo — que ajuda a combater o stress. 

A água vai ser sua maior aliada nesse período. Além de ajudar a reduzir a secura vaginal, ela vai te ajudar a regular a temperatura corporal, manter pele e cabelo bonitos e hidratados, ajudar na circulação sanguínea e auxiliar no seu metabolismo. É só lembrar que somos compostos, principalmente, por água para que você perceba o quanto ela é importante para manter sua saúde. Um bom jeito de se lembrar de beber água pode ser andar sempre com uma garrafinha de água com você. 

4 – Mais água, menos café!

5. Reposição Hormonal 

Os sintomas da menopausa ocorrem devido a diminuição dos níveis de hormônios, como estrogênio e progesterona, no organismo. Por isso, uma das maneiras mais rápidas de aliviar esse quadro sintomático é por meio da reposição hormonal, também conhecida como TRH (Terapia de Reposição Hormonal). 

Como o próprio nome diz, a reposição hormonal irá atuar repondo os hormônios que tiveram sua produção interrompida pela menopausa. Esse processo pode acontecer de diversas maneiras: por meio de pomadas, pílulas, adesivos , e a maneira como cada tratamento será feita vai depender do que se adequa melhor a você e o que o ginecologista ou endocrinologista vai recomendar para o seu caso. 

A reposição hormonal pode ajudar a prevenir diversos problemas de saúde associados à menopausa, como depressão, incontinência urinária, doenças cardiovasculares, demência e osteoporose. Em adição, também vai ajudar a diminuir todos os sintomas usuais do climatério e menopausa. 

Uma das grandes preocupações das mulheres em relação a esse tratamento é a associação que se faz ao câncer de mama. Todavia, pode ter certeza que, ao se consultar com um profissional ele te auxiliará e trabalhará de maneira a minimizar esses riscos ao máximo. 

Reposição Hormonal

Leia também 

Reposição hormonal na menopausa: riscos e benefícios

Reposição hormonal engorda?

6. Cuide da sua saúde mental! 

Muitas mulheres podem sofrer com efeitos psicológicos da menopausa, como a diminuição de ânimo, ansiedade e até mesmo depressão. Isso pode ser causado pelos efeitos hormonais; pelo desgaste decorrente dos efeitos dos sintomas no corpo; ou mesmo pelas preocupações associadas a esse período. 

É importante lembrar que você não está sozinha nesse processo! A menopausa é um fenômeno completamente natural e apenas significa o início de outra fase na sua vida. 

Para diminuir os efeitos psicológicos, você pode recorrer a práticas como a meditação; ou buscar aconselhamento psicológico e terapias, a fim de obter um acompanhamento profissional em todas as suas inquietações.  

Além disso, mantenha contato com amigos e familiares! Ter uma rede de apoio é sempre fundamental para preservar nossa qualidade de vida. 

saúde mental

—     

Além de todas essas dicas para um melhor monitoramento da sua saúde e do progresso para aliviar os sintomas da menopausa, é sempre importante se consultar com um ginecologista pelo menos uma vez por ano!

A CLAF está aqui para te ajudar! Que tal agendar uma consulta hoje com um de nossos profissionais para checar como está sua saúde e conversar mais sobre a menopausa e possíveis alternativas para tornar sua transição para a maturidade o mais confortável possível? Agende aqui sua consulta! 

infográfico sobre saúde íntima feminina
Baixe o infográfico gratuito sobre Saúde Íntima Feminina e confira tudo que presisa saber sobre o assunto em um só lugar!
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?