CLAF

Segunda a Sexta de 7h às 19h
Sábado de 7h às 12h

CLAF

(61) 3345-7679

Implanon: benefícios e riscos

O Implanon é a marca de implante anticoncepcional mais conhecida e segura, tendo sido a única aprovada para uso no Brasil. Neste artigo você vai conhecer as vantagens do implante anticoncepcional Implanon, seus possíveis efeitos colaterais, além de esclarecer suas dúvidas. 

Caracterizado por sua incrível praticidade e altíssima taxa de eficácia (acima de 99%) para prevenir casos de gravidez indesejada, esse método tem ficado cada vez mais popular, por se adequar tão bem à rotina da mulher moderna.

Boa leitura!

O implante anticoncepcional implanon é um método contraceptivo da categoria LARC (do inglês Long-Acting Reversible Contraception), isto é, métodos reversíveis de longa duração

Na mesma categoria encontram-se os dispositivos intrauterinos (DIU de cobre, hormonal e de prata), que compartilham da alta eficácia e baixo mínima manutenção por parte da mulher no dia a dia. 

Esses métodos são tão eficazes que foram comparados à vasectomia e ligadura de trompas no Manual Global para profissionais e Serviços de Saúde da OMS.

Vantagens do implanon

Confira abaixo as principais vantagens do implante anticoncepcional implanon:

1. Durabilidade 

Ao colocar o Implanon, a mulher poderá desfrutar de cerca de 3 anos de proteção contra a gravidez indesejada, sem a necessidade de checar o dispositivo com tanta frequência. 

A checagem costuma ser feita mais ativamente durante os 3 primeiros meses após a colocação, para confirmar se tudo está funcionando conforme o esperado e avaliar a adaptação da paciente. 

Depois disso, a checagem poderá ser realizada apenas uma vez por ano, juntamente com os outros exames do check-up ginecológico. 

Clique e conheça um pouco mais sobre os principais métodos contraceptivos disponíveis hoje no mercado e veja qual pode ser a melhor opção para você!

2. Eficácia 

Ainda de acordo com o Manual Global para profissionais e Serviços de Saúde da OMS, “ocorre menos de 1 gravidez por 100 mulheres que utilizam implantes no primeiro ano (5 para cada 10.000 mulheres). Isto significa que 9.995 de cada 10.000 mulheres que usam implantes não ficarão grávidas”.

Na prática isso significa uma taxa de eficácia de quase 100%, especialmente após o primeiro ano de uso. 

Um dos principais fatores para números tão altos é que a liberação de hormônios é automática, constante e programada, não dando brechas para “falhas” humanas, como esquecer de tomar a pílula em um dia. 

3. Praticidade 

Por falar em falhas humanas, quem nunca esqueceu de fazer algo que era absolutamente essencial no dia a dia? Com as mulheres tendo rotinas cada vez mais movimentadas, é comum que ocorram falhas e esquecimentos, deixando de tomar a pílula corretamente.

E para que uma gravidez indesejada ocorra, um dia só pode ser suficiente

E quando você não se lembra se já tomou a pílula e acaba tomando em dobro? Chuva de hormônios no seu corpo. Daí podem aparecer mais espinhas, irritabilidade e alterações no metabolismo. 

Com o Implanon isso não acontece, já que a sua ação é passiva e constante. Isso é, vai acontecer independente do que você faça enquanto ele estiver em uso. 

4. Composição 

O Implanon é composto apenas pelo hormônio etonogestrel (uma variação sintética da progesterona) e assim se distingue da maioria das pílulas anticoncepcionais, que costuma incluir também o estrogênio em sua composição. 

Nem todas as mulheres podem fazer tratamento anticoncepcional com estrogênio. Caso você esteja amamentando, por exemplo, não é recomendado. 

Além disso, outras condições de saúde, como trombose, enxaqueca e colesterol elevado também estão associadas ao uso desse hormônio. 

Então, não fica difícil de compreender porque o Implanon é um dos métodos mais recomendados atualmente, pois apresenta menos contraindicações e menos efeitos colaterais.

5. Reversível 

Como dito no início, o contraceptivo Implanon é um método reversível de longa duração, ou seja, apesar de seu potencial para prevenir a gravidez por até 36 meses, assim que é retirado, sua ação é imediatamente interrompida.

Com a suspensão, não há qualquer prejuízo à capacidade reprodutiva da mulher. Isso é importante, caso seus planos mudem e ela deseje engravidar, o que pode ocorrer rapidamente, caso o implante seja retirado.

Quais os riscos do implanon?

Como todo método anticoncepcional hormonal, o Implanon também pode apresentar efeitos colaterais, apesar de mais discretos. 

Os mais comuns são: 

  • Dores de cabeça.
  • Alterações no humor.
  • Maior predisposição a desenvolver acne.
  • Flutuação no peso.
  • Mamas doloridas.
  • Fluxo menstrual menstrual irregular (apesar de reduzidos). 

Conheça os principais efeitos colaterais associados aos métodos contraceptivos e fique mais segura com a sua escolha! Clique para ler o artigo!

Para algumas mulheres, o fluxo irregular também pode ser um fator desmotivador, já que não pode ser previsto como a menstruação, podendo gerar surpresas desagradáveis. Contudo vale salientar que os efeitos colaterais do Implanon são apenas possibilidades. Isto é, não necessariamente acontecerão. 

Cada organismo reage de uma maneira diferente e, por isso, é tão importante conversar com o seu ginecologista para tirar suas dúvidas. 

Clique neste artigo para conhecer quais os momentos mais importantes para se consultar com seu ginecologista, para se manter protegida de doenças e ter mais qualidade de vida!

Principais dúvidas sobre o Implanon

Como ele é colocado o Implanon? A inserção dói? 

O Implanon é inserido logo abaixo da pele, na parte superior interna do braço, ficando bastante discreto e praticamente invisível. 

O processo é rápido e bem tolerado pelas mulheres, especialmente porque é feito com uso de anestesia local.

O implante incomoda? 

Não, apesar de você poder perceber a presença do implante, caso apalpe o local, em geral ele não é percebido no dia a dia, já que se trata de um dispositivo macio, flexível, estéril e de tamanho bastante reduzido (cerca de 3 cm).

Quando o Implanon começa a fazer efeito? 

Após um dia de colocação, o Implanon já liberou uma quantidade considerável de hormônios na corrente sanguínea, que são capazes de inibir a ovulação. 

Todavia, a recomendação é que se espere de 7 a 15 dias para garantir que os níveis estarão seguros e que nenhuma outra possível ovulação anterior poderá interferir na eficácia do método. 

Quem usa Implanon menstrua?

Algumas mulheres deixam de menstruar completamente e outras não. Tudo vai depender da adaptação do seu corpo ao método. Em geral, ocorre uma redução do fluxo menstrual.

E se eu quiser tirar? 

A remoção do Implanon é rápida e também realizada por meio de anestesia local. 

Posso engravidar normalmente depois de tirar o Implanon? 

Sim, não há qualquer prejuízo à capacidade reprodutiva da mulher, já que seus efeitos cessam em absoluto poucos dias após a retirada do dispositivo. 

Neste artigo do nosso Blog, você conhece em mais detalhes este moderno método anticoncepcional reversível e de longa duração!

Onde colocar o Implanon em Brasília-DF

Esperamos que este artigo tenha sido capaz de te mostrar todas as vantagens do implante anticoncepcional Implanon.

Porém, caso você ainda esteja se sentindo insegura quanto à colocação desse (ou de outro) método, o ideal é buscar uma avaliação com um(a) ginecologista para que essa decisão seja tomada com toda a orientação necessária.

Tanto para a colocação do Implanon quanto para suas consultas ginecológicas de rotina, a Clínica CLAF tem tudo o que você precisa: profissionais experientes e atenciosos, além de uma estrutura confortável e acolhedora.

Somos uma clínica especializada nos cuidados com a saúde feminina e contamos com ginecologistas, obstetras, endocrinologistas, angiologistas e cardiologistas.

Se você está em Brasília ou Entorno, venha cuidar da sua saúde conosco! 

Powered By: Clínica da família